Arquivo para abril \06\UTC 2010

Doutor, já posso ir pro Canadá?

Bom, no último dia 26 de março fizemos nossos exames médicos. Fizemos aqui mesmo em Fortaleza com o doutor Dirk Schreen (3261.2926). Chegamos adiantados e logo fomos atendidos.

O médico é alemão ou descendente de alemão, não tenho certeza. Portanto, não vá esperando uma consulta descontraída, com conversinhas sobre o Canadá e tal. Ele é bastante objetivo.

Como já haviam me dito nos fóruns sobre imigração, ele nos fez aquele monte de perguntas sobre doenças, cirurgias e etc. Numa dessas até me atrapalhei quando ele perguntou se eu tomava algum medicamento há mais de 3 semanas. Eu disse que não, mas depois falei da minha asma e do remédio que tomo todos os dias, ao que ele teve que corrigir minha resposta. Acho que era meu nervosismo. Mesmo sabendo que não havia nada o que temer, sabia que aquela consulta era decisiva para o processo, daí o fato de eu estar nervoso.

Terminada a consulta, veio a parte que me deixou chateado. Não estou me referindo apenas ao fato de eu ter que desembolsar uma grana alta. Mas é que nos fóruns e blogs, havia lido que a consulta custava R$ 250 por pessoa e que havia duas formas de envio dos exames. Uma que levaria 15 dias e outra que levaria 3 dias mas que custaria o dobro. Então perguntei quanto havia sido o total, ao que ele me respondeu R$ 680,00. Naquele momento me bateu algo parecido com o que um passageiro sente quando fica frente a frente com um oficial da imigração americana. Aquele “terror” de que se eu falar ou questionar alguma coisa aqui, pode ser que ele fique com raiva e isso venha a me prejudicar. Sei que foi um medo muito estúpido, mas por isso, não perguntei “ei, e o outro modo de envio, aquele que é mais barato mas demora mais?” (afinal, eu não estava com tanta pressa assim). Mas, no fim das contas (ou melhor, da minha conta corrente) vai ser mais rápido. Tudo bem.

Suzi fez o exame de sangue logo na saída, já que o laboratório Clementino Fraga (www.lcf.com.br) é vizinho à clínica. Eu não pude fazer porque, segundo a moça de lá e ao contrário do que disse o médico, é preciso estar com pelo menos 3 ou 4 horas de jejum.

Em seguida fizemos os exames de raio x na clínica Trajano Almeida (www.trajanoalmeida.com.br) onde é cobrada uma taxa de R$ 25 por pessoa pela tradução e envio dos exames ao médico. No dia seguinte voltamos ao Clementino Fraga para fazer o exame de urina (assistido) e eu fiz os meus de sangue.

Na semana seguinte liguei para o médico e soube que nossos exames ainda não haviam sido enviados porque o raio x da Suzi veio com o laudo em branco. Então só na semana seguinte. (putz!)

E hoje, liguei para o médico, pedi o número de rastreamento e soube que os benditos foram enviados ontem (05/04) e a previsão da Fedex (http://fedex.com/Tracking) é que chegue em Trinidad & Tobago no dia 08 desse mês.

Fedex-tracking

Bom, agora é correr pra enviar os documentos atualizados (formulário, fichas da polícia, etc) e torcer para que em breve estejamos recebendo o pedido de passaportes.

Ufa, mais uma etapa concluída. Abraços a todos e até breve (espero).

Anúncios

Canadian life

Quem somos

Tiquinho

Casal cearense com um filho daschund rumo ao Canadá, em busca de mais segurança, qualidade de vida e esquilos pra perseguir. :D

Siga Suando Frio via Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.