A última carta

Bom, já se passaram muito mais que os 4 meses que o consulado nos dá pra enviar a documentação (não quero nem ver agora o tempo exato pra não ficar chateado). Essa demora se deve a vários fatores. Não vou falar de todos aqui mas os dois principais são o desinteresse no processo (provocado por outros motivos) e a demora em conseguir as tais das cartas de recomendação. Já mandei até um email para a Maria João avisando o motivo.

O fato é que a maioria delas não demorei pra conseguir. Mas teve uma agência em que trabalhei quase dois anos sem carteira assinada (e sem nenhum tipo de contrato) que mandou o texto (que fiz graças às valiosas dicas da Mariana do Lá no Canadá) para a advogada da empresa.  O resumo da história é que só consegui a carta depois de mudar o texto, colocando apenas os 10 meses em que trabalhei de carteira assinada. Agora tenho que alterar o meu histórico profissional no formulário, colocando Self Employment ou Unemployed nesse bendito período sem carteira  (a quem puder ajudar, se eu colocar self-employment, tenho que comprovar? Porque não tenho nenhum documento do período que comprove minha passagem por lá). As cartas da Suzi foram menos complicadas. Exceto de uma das empresas que está em processo de falência e só tem um funcionário representando a empresa aqui em Fortaleza. Mas também já conseguimos.

Enfim, agora é só alterar os formulários, conferir, fazer as fotos e mandar os documentos. Ichi, se bem que é preciso conferir também se os antecedentes criminais não venceram (já que só valem 3 meses).

Mas, agora tá mais perto do que longe.

Abraço a todos!!!

Anúncios

8 Responses to “A última carta”


  1. 1 Temperatura Máxima no Canadá janeiro 23, 2009 às 1:57 pm

    Oi Casão, tudo bem?

    Muita calma nessa hora… Vai dar tudo certo, sempre tem uma boa alma para ajudar, o que não pode é desistir de procurar a melhor solução.
    Que bom que as coisas começaram a caminhar. Pense que daqui uns anos, tudo isso que vc está passando será motivos de risos lá no Canadá..hehehe
    Estamos torcendo por vcs!!! Boa sorte!!!!

    Abraço,

    Rosi

  2. 2 RAquel janeiro 23, 2009 às 5:36 pm

    Olha, nem me fala em desinteresse no processo… Aqui em casa tá uma onda de descrença total. E é porque achávamos que estávamos mais pra lá do que pra cá no processo. Essa demora e falta de perspectivas nos deixa a cada dia com a sensação de vazio, que tá tudo muito longe de acontacer. O Daniel bem que consegue tocar a vida, os projetos… Eu é que insisto em acreditar, em sonhar e esqueço que no momento estou vivendo aqui, deixando a vida passar…
    Não sei mais o que pensar, sinceramente. As vezes acho que estamos mesmo de molho e o consulado vai testar a nossa paciência até o fim.
    Ai, ai… saco cheio de tudo isso!
    Foi só mais um dasabafo…obrigada pelo espaço…
    Abraço,
    Raquel

  3. 3 casao janeiro 23, 2009 às 10:12 pm

    Oi Raquel.
    Antes de tudo, eu nunca sei se respondo os comentários por aqui ou por email (na dúvida vou fazer os dois, rs).
    Infelizmente, a única maneira de não perder a razão com essa espera é meio que esquecer (se é que é possível) que estamos no processo. Pra mim não está sendo tão difícil de fazer isso por causa de outras coisas (boas e ruins) que estão acontecendo na minha vida e me tiram o foco do Canadá. Além disso, no meu caso, como o processo ainda está “em nossas mãos” e não com o Consulado, não tenho o que esperar deles.
    Ainda acredito que com as novas regras ainda existe uma chance do Consulado acertar o ritmo e as coisas acelerarem. Enquanto a hipótese não se confirma, é ter paciência, calma e muita fé. Além de torcer pra crise não tornar as coisas lá ainda mais difíceis do que já são.
    Abração pra você, Daniel e a Gabi.
    Casão

    P.S.: obrigado pela visita ao blog (tão abandonado o coitado, rs) e pelo comment.

  4. 4 casao janeiro 24, 2009 às 6:03 pm

    Oi Rosi, td bem.

    Valeu!!! Obrigado pela torcida!! E obrigado também pela visita a este blog que estava quase indo pra categoria dos sem-posts :-).

    Abração,
    Casão

  5. 5 Mariana janeiro 28, 2009 às 9:48 pm

    Oi Casão,

    Que bom que vc conseguiu desatolar esse processo! E que bom que o modelinho lá do blog te ajudou. Quando fui fazer as minhas declarações, tb sai pesquisando e juntando um pedaço de uma com outra.

    Boa sorte, hein?

    Abraços,
    Mariana

  6. 6 casao janeiro 29, 2009 às 9:16 pm

    Oi Mariana.
    Pois é, pra mim o seu blog é na verdade um guia extra-oficial de como imigrar para o Canadá. Foi realmente “o” guia para que a gente pudesse preencher a papelada e reunir a documentação. Muito obrigado mesmo pela paciência e dedicação em detalhar todas as fases do processo. Com certeza ajudou muita gente (eu incluso).

    Abração!!!

  7. 7 Der Doppelgänger fevereiro 13, 2009 às 1:23 pm

    “Filminho” bem representativo do drama de todos que estão nessa “fila”

    Força. E paciência.

    Der Doppelgänger

  8. 8 Casão fevereiro 16, 2009 às 12:53 pm

    Valeu!!! Muito bom o vídeo. Dá um certo alívio porque é aquilo mesmo: quanto mais eu espero, menos tenho que esperar.

    Abração,
    Casão.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Canadian life

Quem somos

Tiquinho

Casal cearense com um filho daschund rumo ao Canadá, em busca de mais segurança, qualidade de vida e esquilos pra perseguir. :D

Siga Suando Frio via Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: